15.8 C
São Paulo
sábado, 25/06/2022

Tire seu Título, rapaz!

Tire seu Título, rapaz! | Durante a ditadura, os brasileiros não podiam votar pra Presidente, governador de Estado, prefeito de Capital e prefeitos de estâncias climáticas. A reconquista do voto pra governador só veio em 1982. Pra prefeito de Capitais, em 1985. Eleição pra presidente, só em 1989. Ou seja, de 1964 até aquela data tivemos que conviver com militares escolhidos por eles mesmos.

O voto a partir dos 16 anos viria anos depois, mais precisamente a partir de 1988, com a promulgação da Constituição Federal. A mesma Constituição também concedeu ao analfabeto o direito de votar.

Ou seja, o direito ao voto é uma conquista, que veio se ampliando com os tempos. Vale lembrar que a mulher só adquiriu esse direito em 1932, após a Revolução de 30, comandada por Getúlio Vargas.

Jovens – Nos últimos anos tem caído o número de jovens que tiram título ou comparecem pra votar. Isso levou o Tribunal Superior Eleitoral a fazer uma campanha de mídia, que resultou no alistamento de mais 100 mil eleitores jovens.

De 1994 ao ano 2000, o número de eleitores jovens chegou a dois milhões. De lá para cá, marca tem ficado em torno de 1,6 milhão. Este ano, até fevereiro, o TSE registrou em torno de 1 milhão de novos eleitores. Ou seja, tem uma sobra aí que precisa ser recomposta.

Por isso, artistas, intelectuais, lideranças populares e outros vêm fazendo campanhas para que os jovens tirem seus títulos e votem. Hoje, o título sai online, ou seja, sem necessidade de deslocamentos ou despesas.

Passo a passo

1) Separe os documentos: Comprovante de residência atualizado, documento de identificação com foto e certificado de quitação do Serviço Militar (para homens).

2) Tire uma selfie segurando o documento de identificação ao lado do rosto.

3) Acesse o portal do Tribunal Superior Eleitoral (www.tse.jus.br/).

4) Vá até a aba “Eleitor e eleições”, depois selecione “Título eleitoral”.

5) Depois, selecione a opção “Tire seu Título”.

6) Clique em “Iniciar atendimento remoto”.

7) Selecione o Estado. Na opção “Título de Eleitor”, marque a opção correta.

8) Preencha o restante do formulário com seus dados pessoais.

Prezado(a) leitor(a): Se você é jovem, não fique sem seu título. Se você é pai ou mãe de jovens, peça que tirem seus títulos eleitorais e votem.

No Sindicato, temos feito esse chamamento aos jovens e a seus pais. Mas somos uma rede modesta e nosso poder de arregimentação é limitado.

Quando votei pela primeira vez, foi muito emocionante, pois me senti um cidadão pleno e com poder de influir nos rumos de meu País. Tenho certeza de que você, ao votar pela primeira vez, também sentirá a mesma sensação.

Tire seu título. Com ele, você ajuda a tirar do poder os que não prestam e pode colocar nos governos e Congresso gente comprometida com o povo e a Pátria.

Escolha – Jovem, quem decide a eleição é você, por isso, é preciso saber escolher e votar em candidatos com projetos e compromissos com a classe trabalhadora.

Clique aqui e leia mais artigos de Josinaldo Cabeça.

Notícias

Matérias Relacionadas

Fale com a Agência Sindical