19.7 C
São Paulo
sábado, 25/06/2022

Tarefas sindicais junto aos poderes

A atuação do movimento sindical vai muito além das ações na base e junto às categorias. O sindicalismo também atua junto aos Poderes e a entidades organizadas da sociedade.

Veja:

Dia 7 de abril (quinta), as nove Centrais realizaram a Conclat (Conferência Nacional da Classe Trabalhadora), com o compromisso de massificar a Pauta Unitária aprovada naquele evento. Nosso Sindicato marcou presença. Assim como nas edições de 1981 e 2010.

Na segunda, dia 11, elas estiveram no Senado, entregando a Pauta Unitária da Classe Trabalhadora e também a Agenda Legislativa. Essa Agenda reforça a posição do sindicalismo frente a Projetos de Lei e Medidas Provisórias em andamento.

Terça, dia 12. As Centrais foram recebidas pelos presidentes da Câmara e do Senado. Os dois presidentes receberam as Agendas Legislativa e Jurídica, além da Pauta Unitária. Também se solicitou audiência ao Supremo Tribunal Federal, para entrega da Pauta e da Agenda.

Com essas iniciativas, o sindicalismo demonstra não só nosso compromisso com a classe trabalhadora e suas demandas. O movimento mostra, na prática, respeito às instituições do Estado e ao regime democrático.

Sermos recebidos pelos Poderes demonstra também o conceito do sindicalismo junto a essas esferas de poder. Ou seja, nossa relevância, como também reconhecimento a nosso papel perante a sociedade.

Os altos poderes da República nos recebem. Porém, em Guarulhos, o prefeito Guti não tem o mesmo espírito democrático. Ele não fala com o sindicalismo e, na questão da Proguaru, sequer respondeu solicitação de audiência assinada pelas 10 Centrais Sindicais. Ele age com soberba, como se a cadeira de prefeito fosse sua propriedade.

Carestia – Dia 8, o sindicalismo guarulhense lançou o Movimento Popular Contra a Carestia. Reunimos oito Sindicatos, quatro Centrais e outras entidades. O movimento vai prosseguir e realizar atos públicos. A carestia está descontrolada e as famílias estão cortando gastos até na alimentação. Mesmo quem está empregado vem passando aperto e necessidades. Portanto, peço o seu apoio a esse movimento necessário e justo.

Segurança – Estamos no chamado Abril Verde, mês de conscientização e mobilização por mais segurança e contra os acidentes no trabalho. As empresas precisam ter Cipas, prevenir acidentes e registrar CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) sobre qualquer ocorrência lesiva ao empregado.

Clube de Campo – Prosseguem as obras. Queremos que, dia 1º de maio, quando celebraremos os 59 anos do Sindicato, nosso Clube de Campo esteja em plenas condições de receber um grande número de trabalhadores e suas famílias.

Informe-se – Os temas aqui tratados são publicados no site do Sindicato e nas nossas redes sociais. Acostume-se a acessar essas redes. Mantenha-se bem informado a respeito do sindicalismo, da categoria, dos direitos e da economia.

Notícias

Matérias Relacionadas

Fale com a Agência Sindical