No dia 11 de novembro, o Sindicato dos Motoristas de São Paulo (Sindmotoristas) completou 88 anos de fundação. Essa é a maior entidade da categoria na América Latina. O primeiro presidente foi Nicola Capucci, eleito junto a outros 37 motoristas, em 1933.

Logo no segundo ano da entidade, em janeiro de 1935, o Sindmotoristas deflagrou a primeira greve. Mesmo com prisão de vários trabalhadores, o movimento grevista foi vitorioso.

O Sindicato passou também pela fase da ditadura. Sofreu três intervenções do governo, que designou uma junta governativa pra comandar a entidade. Apesar disso, a categoria não foi enfraquecida.

Nos anos 1990, o Sindmotoristas chegou a representar diversas categorias, como o setor de cargas, taxistas de frota, concreto, coletor de lixo urbano, entre outros. No final da década, a base contava com 240 mil trabalhadores.

Apesar disso, os dirigentes que assumiram no começo dos anos 2000 adotaram a política de desmembramento, favorecendo a criação de vários outros Sindicatos de trabalhadores em transporte.

Atual – Desde 2013 no comando da entidade, Valdevan Noventa atua em conjunto com a diretoria do Sindmotoristas pra melhorar as condições de trabalho para todos.

Foram campanhas salariais vitoriosas, implementação de Participação nos Lucros e/ou Resultados, planos de cargos e salários no setor de manutenção, fim da política de distinção entre remuneração e direitos dos profissionais, entre outras conquistas.

MAIS – Acesse o site do Sindmotoristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui