Seminário dos Engenheiros abre negociações coletivas

O Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo (Seesp) promoveu quarta (7) o 20º Seminário sobre Campanhas Salariais. O evento, que abre o ciclo de negociações salariais, foi realizado de forma online devido à pandemia.

Fizeram palestras em suas áreas o presidente do Conselho Federal de Economia, Antonio Corrêa de Lacerda; o consultor político e membro do Diap, Antônio Augusto de Queiroz; a chefe da Seção de Segurança e Saúde do Trabalho/SP, Renata Matsumoto; o consultor sindical João Guilherme Vargas Netto; e o coordenador da Agência Sindical, João Franzin.

O presidente do Sindicato dos Engenheiros, Murilo Pinheiro, enfatizou que a superação da crise nacional exige diálogo e união. “Empresas e empregados, Sindicatos e entidades, de mãos dadas, podemos buscar o bem comum, o que é melhor para todos”, afirmou.

Economia – Para Antonio Corrêa de Lacerda, a recessão foi agravada pelo mau gerenciamento da crise sanitária. Segundo ele, o negacionismo do governo, a má gestão e a interlocução ruim entre os Poderes dificultam a superação da crise. Crítico do neoliberalismo, ele vê a política econômica na contramão. “Não tem pauta, falta estratégia, além do que o Estado não investe”, alerta.

Comunicação – Para o jornalista João Franzin, a comunicação sindical precisa ser ágil, dinâmica e ampla – vertical, para a base, horizontal, entre os pares, além de transversal nas redes sociais, a fim de chegar à sociedade. “Precisamos adquirir a cultura do compartilhamento. Conteúdo sindical não falta”, recomendou.

MAIS – Acesse o site dos Engenheiros. Assista ao Seminário na íntegra.

 

Notícias

Matérias Relacionadas

Fale com a Agência Sindical