Seesp garante pagamento de direitos dos engenheiros da CET

0
239
Para Murilo, unidade garantiu direitos

O Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo assegurou o pagamento dos profissionais da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Sob a alegação de queda na receita da zona azul, em virtude da pandemia, a empresa ameaçava não pagar a primeira parcela do 13º salário e o Programa de Participação nos Resultados (PPR). Ambos direitos são garantidos pelo Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2018/2020.

Durante a negociação, por videoconferência, os Sindicatos que representam os trabalhadores da empresa refutaram os argumentos da companhia, ao afirmar que o aditivo ao ACT foi assinado em 2019, dentro da previsão orçamentária.

Segundo Murilo Pinheiro, presidente do Seesp, em meio à crise sanitária e econômica, tem sido uma batalha árdua garantir os direitos dos trabalhadores. ”Mas temos sido firmes e alcançados bons resultados graças à mobilização dos profissionais”, afirma.

A postura firme do Sindicato garantiu os direitos de 213 profissionais da CET. Murilo afirma que o caso da empresa é um exemplo típico de tentativa descabida de não cumprir um acordo já firmado.

Pagamento – A primeira parcela do 13º salário será paga até o próximo dia 30. Quanto ao PPR, a companhia pediu novo prazo pra buscar apoio financeiro na Prefeitura. “A unidade entre os Sindicatos foi fundamental para garantir o pagamento devido aos seus empregados, que cumprem função essencial importantíssima na cidade de São Paulo”, conclui Murilo.

Mais – Acesse o site do Seesp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui