Racismo nunca mais!

0
476
Ricardo Patah é presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo e da União Geral dos Trabalhadores (UGT).

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) vem a público demonstrar seu total e irrestrito repúdio ao ato racista que, em 25 de maio, vitimou George Floyd, homem negro de 46 anos que foi morto por policial branco durante abordagem, em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Esta trágica ação tem um contexto internacional, contudo a discriminação é um crime que não respeita fronteiras, línguas, religiões ou status sociais.

Toda forma de preconceito, seja denominado racismo, xenofobia, homofobia, antissemitismo, gordofobia ou de qualquer outro tipo, é o lado mais espúrio da natureza de um ser humano.

Por esse motivo, a UGT nacional apoia toda e qualquer manifestação pacífica que tenha como objetivo enfrentar e combater este que é um grave crime contra a humanidade.

Como central sindical, a UGT tem o dever de defender os interesses dos trabalhadores e trabalhadoras e se orgulha por ter atuado, junto com o Sindicato dos Comerciários de São Paulo, em maio de 2004, na pioneira discussão sobre a inclusão do negro nas empresas privadas, tendo esse acordo entrado na Convenção Coletiva de Trabalho.

O caso George Floyd nos faz refletir que, apesar dos avanços conquistados até hoje, em pleno século 21, o racismo ainda existe. A ideia de supremacia ainda está presente na vida de muitas pessoas.

Por isso é preciso continuar lutando por respeito, dignidade e união dos povos, para não deixar que o sonho de vivermos numa sociedade justa e igualitária sucumba diante de pensamentos autoritários, antidemocráticos e carregados de preconceitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui