As entidades que representam os trabalhadores da Lactalis do Brasil comandaram protesto hoje (13), contra as práticas antissindicais e antitrabalhistas da empresa. Eles foram até o escritório da diretoria, em Pinheiros, São Paulo.

Estiveram à frente da manifestação a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação (CNTA Afins), Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de SP, Confederação Brasileira Democrática dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação (Contac-CUT) e União Internacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação (Uita). “Além do pessoal aqui do Brasil, tivemos a presença de dois companheiros da Argentina, que vieram fortalecer nossa luta”, conta Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA Afins.

A data escolhida para o protesto faz menção ao aniversário da Abolição da Escravatura, que ocorreu neste mesmo dia, em 1888. As entidades aproveitaram pra alertar sobre o péssimo comportamento da multinacional francesa em relação aos trabalhadores brasileiros.

“A Lactalis quer impor suas vontades ao País, ignorando as negociações salariais com as representações dos empregados. Lembra muito bem os senhores de engenho do passado”, declara Artur Bueno.

Abusos – Em 2021, a Lactalis reajustou o salário com apenas 80% da inflação. O valor foi pago sem acordo com as entidades da categoria, que exigem a reposição integral das perdas inflacionárias. Além disso, com práticas antissindicais, a empresa passou a atacar os dirigentes.

Segundo o presidente da CNTA Afins, nenhum dirigente da empresa apareceu no protesto. Ele avalia: “Foi uma mobilização positiva. Temos que ver a repercussão e como a Lactalis vai se portar agora. Se não houver negociação, vamos começar a mobilizar a base pra uma possível paralisação”.

MAIS – Acesse o site da CNTA Afins.

Manifestantes denunciam práticas antissindicais e antitrabalhistas da multinacional
Sindicalistas protestam em frente ao prédio administrativo da Lactalis

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui