Em assembleia dia 19/4, conduzida pelo Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro-Minas), os profissionais das escolas particulares de Belo Horizonte e região voltaram a rejeitar contraproposta apresentada pelos donos de escolas nas negociações da campanha salarial deste ano.

Os docentes também autorizaram o Sinpro-Minas a continuar a negociar com o patronal (Sinep/MG), a partir da pauta apresentada pela categoria, e agendaram nova assembleia, com indicativo de greve, para o dia 30 de abril (sábado), às 14 horas. A mobilização será no formato presencial, no auditório da sede da entidade.

Na última reunião de negociação, os donos de escolas mantiveram a contraproposta anterior, que prevê uma série de itens que retiram direitos históricos dos professores e precarizam as condições de trabalho da categoria, por exemplo, o fim da cláusula da isonomia salarial, redução do valor de adicional por tempo de serviço, alteração de férias e recessos e retirada de bolsas de estudos.

Para o reajuste, os patrões ofereceram apenas 5% para a Educação Básica e 4% para o Ensino Superior – índices bem abaixo da inflação oficial. Segundo Valéria Morato, presidenta do Sinpro-Minas, a proposta é absurda e desvaloriza o trabalho prestado pelos professores.

“Essa é proposta não reconhece toda nossa dedicação para manter o ensino de qualidade. Vivemos em cenário de sobrecarga, pressão por parte das escolas, salas de aula bem cheias, aumento dos preços em geral e queda na renda. Sem contar que o reajuste das mensalidades superou o índice da inflação na grande maioria das instituições de ensino. Por isso não aceitaremos retrocessos e vamos ampliar a nossa luta pela valorização profissional”, destaca Valéria.

Paralisação – “Ao invés de reconhecer a dedicação dos professores e valorizar a categoria, o patronal insiste em retirar direitos e precarizar as condições de trabalho e vida. Isso é inadmissível. Vamos ampliar a mobilização e, se for preciso, voltaremos a paralisar as atividades, de forma bem abrangente, assim como fizemos em 2018”, ressalta a presidenta do Sinpro-Minas.

Assembleia – Será dia 30 de abril (sábado), às 14 horas, no auditório do Sindicato. Rua Jaime Gomes, 198, bairro Floresta, Belo Horizonte.

MAIS – Acesse o site do Sinpro-Minas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui