Os trabalhadores das fábricas de Cotia e Vargem Grande Paulista, SP, abriram o Mutirão de Assembleias da Campanha Salarial. Organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, a ação visa antecipar a Campanha deste ano, fortalecer a organização da categoria por direitos, reajuste e a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Para alcançar o maior número de trabalhadores, a diretoria do Sindicato fez uma força tarefa para percorrer as empresas da base. A movimentação na região teve início na terça, 21, e passou por diversas fábricas – KitFrame, Bitzer, CSN, Multivisão, Vicon, Cris-Metal, Jomer, Sedes Elbac, KoneCranes, Vastec, Nascim, Altra, Nova Ética e Loccus.

A data-base da categoria é em 1º de novembro, mas já de olho nas dificuldades que a categoria encontrará na mesa de negociação, e na importância de garantir um acordo satisfatório, neste ano, os Metalúrgicos de Osasco anteciparam a Campanha Salarial.

“O resultado que vamos alcançar vai depender muito do nível de mobilização que conseguiremos fazer. O momento demanda luta. Por isso antecipamos a nossa organização para a Campanha, e a articulação já começou de forma satisfatória com os companheiros e companheiras de Cotia e Vargem Grande Paulista”, destaca o presidente do Sindicato, Gilberto Almazan (Ratinho).

ESTRATÉGIA – Esta é a primeira fase da mobilização, que também inclui a realização de seminários regionais. O primeiro acontece neste sábado, 25, na subsede de Cotia, das 9 às 12 horas.

“Os trabalhadores se mostraram mobilizados e organizados por uma Campanha Salarial vitoriosa”, avalia o diretor Alex da Força, coordenador da região no Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco.

MAIS – Acesse o site dos Metalúrgicos de Osasco e Região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui