O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região já se engaja na mobilização para a campanha salarial deste ano. A data-base da categoria é 1º de novembro. No último sábado, dia 30 de julho, houve Seminário Regional, na subsede de Taboão da Serra. Os trabalhadores reafirmaram a unidade da categoria.

Para organizar a luta, o Sindmetal promove o Mutirão de Assembleias em diversos locais de trabalho. A ideia é intensificar a união dos metalúrgicos para obter uma campanha salarial vitoriosa.

“A inflação em dois dígitos dificulta ainda mais as negociações. Os patrões vão querer usar esta desculpa para não conceder um reajuste justo. Por isso antecipamos a nossa campanha salarial: porque a nossa resposta tem que ser a luta, a mobilização”, destaca o presidente do Sindicato, Gilberto Almazan (Ratinho).

Balanço – O diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco, Marcelo Mendes, conta que a semana foi cheia para a direção sindical, mas o objetivo vem se cumprindo. “Após uma semana intensa de assembleias, a mensagem chegou a mais de 5 mil trabalhadores. Também fizemos um bom Seminário. Reunimos a companheirada de mais empresas. Isso, para nós, é sinal de que a categoria não vai aceitar retrocesso”, ressalta.

Democracia – Além da luta por reajuste e direitos, os trabalhadores estão empenhados na defesa da democracia. “Devemos fazer uso da democracia para expressar a nossa vontade, para atingirmos a renovação política que o nosso país precisa. Para isso, precisamos ampliar em todos os níveis a participação popular nas decisões sobre os destinos do país. Um deles é participar das eleições de outubro deste ano, eleger candidatos comprometidos com a pauta da classe trabalhadora”, conclui o presidente do Sindmetal Osasco.

MAIS – Acesse a página do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui