Nesta sexta (3) se comemora o Dia do Delegado. Para celebrar a data, o Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de SP (Sindpesp) lança o livro ’30 anos de luta’, que registra a história da entidade em defesa dos direitos e pela valorização da profissão.

Segundo a presidente do Sindpesp, Raquel Gallinati, essas três décadas de vida do Sindicato podem ser sintetizadas na defesa das prerrogativas constitucionais dos delegados e por uma Polícia Civil forte no Estado de São Paulo.

O Sindpesp foi construído com a iniciativa, empenho e lutas de gerações de delegados que dedicaram suas vidas à carreira, à corporação e à Segurança Pública”, afirma a dra. Raquel.

O livro ’30 anos de luta’ é de autoria de Cristiane Fairbanks e Estela Ribeiro. A obra relata as atividades do Sindpesp, com informações baseadas em atas, jornais, fotografias, estudos, regimentos, livros e boletins divulgados pela entidade.

A dra. Raquel Gallinati informa que a obra também rende homenagem a todos os que atuaram no Sindicato. “O livro traz imagens que cobrem essas três décadas de atuação, com riquíssima trajetória, e também dos profissionais que ajudaram na construção desse legado”, explica.

Distribuição – Quem quiser um exemplar do livro sobre os 30 anos do Sindicato dos Delegados deve acessar o site da entidade e fazer o pedido.

Unidade – Os delegados têm participado ativamente, com a PM e outros segmentos da segurança pública, pela recomposição salarial. As entidades acusam falta de diálogo por parte do governo tucano João Doria.

MAIS – Acesse o site do Sindpesp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui