8.9 C
São Paulo
sexta-feira, 20/05/2022

Entidades sindicais celebram Dia do Carteiro

Em 2022, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos completa 359 anos. Na terça (25), foi comemorado o Dia do Carteiro, data que remete à origem da profissão de entrega de correspondências no País.

As homenagens para a categoria ocorrem até o dia 1º de fevereiro, com a publicação de histórias inspiradoras nas redes sociais da empresa e também com mensagens das entidades representativas da categoria.

Início – A profissão de carteiro surgiu em 1835. Atualmente, são mais de 48,8 mil profissionais, que levam milhões de objetos aos seus destinos, todos os dias. No total, a categoria conta com cerca de 90 mil profissionais.

No ano passado, os carteiros foram responsáveis pelo encaminhamento de 557 milhões de encomendas. O dia com mais entregas foi 21 de dezembro, próximo ao Natal, com mais de 3,1 milhões de pacotes distribuídos, de acordo com dados da ECT.

Defesa – Já por parte das entidades sindicais, as comemorações seguem o plano de lutas dos trabalhadores nos Correios, que seguem pressionando no Congresso Nacional para que não seja aprovado o projeto de privatização da empresa.

Segundo o presidente do Sindicato de São Paulo (Sintect-SP) e vice na Federação Interestadual (Findect), Elias Cesário (Diviza), a luta dos funcionários da estatal tem avançado e garantido vitórias significativas, como a obtida em novembro, no Senado.

À época, a Casa adiou discussão do projeto de privatização dos Correios graças à articulação de toda a categoria. “Acreditamos na vitória dos trabalhadores e da população em manter os Correios públicos e de qualidade”, afirma Diviza.

Segundo o dirigente, a luta segue. “Vamos continuar o diálogo com a sociedade e os parlamentares. Quem vai ser prejudicado é o mais pobre, os pequenos e médios empreendedores, que dependem do serviço dos Correios e, principalmente, os mais de 90 mil trabalhadores”, conclui o dirigente.

MAIS – Acesse o site do Sintect-SP e Findect.

Notícias

Matérias Relacionadas

Fale com a Agência Sindical