O governador de São Paulo, João Doria, informou nesta quarta (26), durante entrevista coletiva, que está suspensa a flexibilização de medidas restritivas em vigor no Estado. A programação inicial era de iniciar a partir de 1º de junho essa fase de reabertura. Segundo Doria, o aumento de casos de Covid-19 no território foi o que motivou a decisão.

“O governo prorroga a fase de transição até o dia 14 de junho, mantendo o funcionamento das atividades econômicas até as 21 horas. Exatamente nos moldes em que vem operando atualmente”, disse o governador.

A fase de transição permite que o comércio e serviços que não são considerados essenciais possam funcionar, embora seja com horário limite de funcionamento. Essa fase antecede a laranja, que permite eventuais liberações.

Hospitais – Segundo o boletim mais recente divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, a taxa de ocupação nos leitos de UTI na cidade de São Paulo é de 80%. As cidades da Região Metropolitana da Capital têm ocupação média de 85% nas UTIs. Guarulhos, por exemplo, tem uma taxa de 93%.

Alerta – De acordo com especialistas, o avanço nos casos de contaminações pela Covid-19 e a escassez de vacina acenam para uma possível terceira onda da doença no Brasil.

Mais – www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui