Uma Agência a serviço do sindicalismo

Agência Sindical é uma empresa que existe desde 1990, prestando serviços de comunicação, bem como consultoria, para entidades das mais variadas categorias: têxteis, borracheiros, metalúrgicos, vigilantes, transportadores de valores, hoteleiros, comerciários, condutores, Servidores Públicos, entre outras.

A Agência também atua na organização de Seminários; planejamento e execução de campanhas; desenvolvimento de sites; produção de programas de rádio e TV; palestras; produção de vídeos; e edição de revistas, jornais e livros.

A Agência Sindical conta com equipe de dez profissionais, dos quais sete são jornalistas, com experiência em comunicação sindical e domínio de várias mídias.

FRANZIN CONTA A HISTÓRIA

Milito e atuo no sindicalismo desde 1979. Naquele ano, ajudei a fazer jornal para a Associação dos Servidores do Hospital das Clínicas, SP, e também fui eleito no Conselho de Representantes de Redação da Folha de S. Paulo. Em maio de 1979, participei da greve dos jornalistas.

Minha entrada profissional na imprensa sindical veio ocorrer em maio de 1985, quando fui contratado para trabalhar no Sindicato dos Borracheiros de Americana e nos Têxteis da mesma cidade. De lá para frente, prestei serviço a diversas entidades.

Em 1990, fundei a Editora e Agência de Comunicação Sindical, tendo como sócio o jornalista Anselmo de Souza (ex-Estadão, Notícias Populares, revista Afinal etc.).

Começamos num espaço cedido pela Federação dos Vigilantes do Estado de São Paulo (Praça da Sé) - em troca, a entidade usava nosso aparelho de fax e um PC primitivo.

Nesses anos, a Agência mudou e cresceu, trabalhando apenas para entidades de classe de empregados da área privada ou pública.

Em 2000, Robson Gazzola, responsável pelo Departamento de Comunicação da Federação dos Comerciários do Estado de SP, entrou para a sociedade da Agência. Seu ingresso fortaleceu a empresa. Hoje, a Agência ocupa 10 pessoas e utiliza com frequência “frilas” de fotos e vídeo. Em 2006, por exemplo, os boletins, jornais, livretos e outros materiais impressos, produzidos na Agência, superaram 6 milhões de exemplares.

Sem subsídio estatal ou tutela partidária, vivendo apenas do trabalho para entidades de empregados, a Agência Sindical segue em frente.

O símbolo da Agência Sindical é um centauro. É Quíron. Ou Quironte.

Não é Sagitário: é o centauro Quíron

Os centauros, entes da mitologia grega, são parte homem, parte cavalo, indicando aspectos conflitantes do ser humano. Geralmente pacíficos, ficavam violentos se bebessem. Certa feita, bêbados, violentaram uma noiva. Hércules, irado, abateu todos.

Sobrou um. Sobrou Quíron. Por quê? Porque ele havia curado um ferimento de Aquiles, salvando-lhe a vida.

Quíron lidava com plantas medicinais e, com elas, curava. Diferente dos demais centauros, só força bruta, ele acumulava conhecimento e o experimentava na medicina. Ao pesquisar plantas, conhecer e curar, ele não era mais centauro apenas. Era, mas transcendia a condição bruta. E transcendia por meio do conhecimento e da aplicação prática do seu saber.

O conhecimento salvou Quíron da ira de Hércules. Conhecimento que, antes, salvara feridos e doentes. Salvando-se a si e aos outros, Quíron salva a todos, indicando o conhecimento como caminho certo da superação.

Vídeo institucional - 25 anos Agência Sindical
No dia em que completou 25 anos, 15 de julho, a Agência Sindical lançou o vídeo institucional. Com 4 minutos e 11 segundos de duração, o material traz o trabalho produzido pela empresa neste período.


Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home