10/1/2019 - A Imprensa é livre e merece respeito

10/1/2019 - quinta-feira


Miguel Torres é presidente da CNTM
(Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos)
e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo
e Mogi das Cruzes e presidente interino da Força Sindical.
E-mail: 
migueltorres@metalurgicos.org.br

Os novos presidente e vice-presidente da República juraram solenemente na posse de 1° de janeiro de 2019, em Brasília, que respeitarão a Constituição Federal de 1988.

Mas o que vimos na posse já significou um enorme desrespeito constitucional à liberdade de expressão e de Imprensa.

Os profissionais de comunicação, do Brasil e de outros países, tiveram espaços limitados para bem informar a opinião pública, foram impedidos de fazer entrevistas e reportagens, sem acesso adequado às autoridades presentes, aos membros do novo governo e ao público presente.

Aliás, até mesmo os populares, eleitores do presidente, sofreram constrangimentos e, sem necessidade alguma, foram obrigados a passar por diversas barreiras e revistas.

O presidente Bolsonaro e seu vice foram legitimamente eleitos nas urnas, mas isto não significa que são donos do Brasil e que tudo podem permitir, incentivar e fazer.

Esperamos que o novo governo respeite realmente a Constituição e garanta a liberdade de expressão e de Imprensa, conforme prevê o artigo 220 (§ 1º –  Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social …).

Aproveitamos para enviar nosso forte apoio aos profissionais e veículos de comunicação e a todas as entidades representativas dos jornalistas que prontamente tornaram públicas notas de repúdio à forma truculenta como o trabalho de Imprensa foi tratado na posse presidencial.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home