Padeiros de São Paulo iniciam Campanha Salarial de 2018

• 11/9/2018 - terça-feira

Em meio a uma conjuntura política e econômica complexa, o Sindicato dos Padeiros de São Paulo inicia as atividades da Campanha Salarial 2018. Com data-base em 1º de novembro, esta é a primeira negociação salarial que a categoria enfrenta após a vigência da nova lei trabalhista, que retira direitos dos trabalhadores.


Assembleia dos padeiros de São Paulo aprova pauta de reivindicações da categoria

Pedro Pereira, presidente interino do Sindicato, falou à Agência Sindical sobre o a largada da campanha. “Fizemos a primeira assembleia, que aprovou a pauta de reivindicações com boa participação de trabalhadores da base. Já entregamos a pauta ao sindicato patronal, evitando assim que eles apresentassem a deles, como ocorreu no ano passado”, explica.

O dirigente avalia que será mais um ano de negociações difíceis, principalmente devido aos ataques a direitos embutidos na reforma trabalhista. Pereira afirma: “Com essa nova lei em vigor, os patrões ficam mais à vontade para endurecer a negociação. Mas estamos aqui pra defender a categoria. Já fizemos isso na campanha salarial do ABC”.

“Fizemos a nossa parte, entregando com antecedência as reivindicações da categoria. Agora, esperamos uma resposta o mais breve possível”, aponta.

Pauta - Além da reposição da inflação, os padeiros reivindicam aumento real e manutenção da Convenção Coletiva, preservando os direitos conquistados. A categoria reúne, na cidade de São Paulo, em torno de 70 mil trabalhadores.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home