CNTA realiza encontro nacional e debate prioridades no setor de alimentação

• 3/8/2018 - sexta-feira

A CNTA Afins realiza dia 9 em Praia Grande, Litoral Sul de São Paulo, o Encontro Nacional da Categoria Profissional da Alimentação. O evento, que reunirá Federações e Sindicatos que representam trabalhadores nas indústrias de alimentos de todo o País, debaterá as principais necessidades e desafios atuais da classe trabalhadora e do movimento sindical.

O presidente em exercício da CNTA, Artur Bueno de Camargo Júnior, falou à Rádio Web Agência Sindical que o foco do encontro será a reestruturação das entidades do setor, a fim de enfrentar os reflexos da nova lei trabalhista e a necessidade de preservar direitos.


Artur Bueno de Camargo Júnior, presidente em exercício da CNTA Afins

“Após a decisão do STF em junho, o sindicalismo precisa se reorganizar. Porém, sem pânico. É preciso muito debate para encontrar o melhor caminho. E o caminho passa pela nossa base. Pela conscientização do trabalhador que, sem o Sindicato para defendê-lo, ele é presa fácil para os abusos patronais. É fundamental trazer a base para dentro das entidades”, diz.

Artur Bueno Júnior criticou a postura de alguns empresários do setor. “As usinas, por exemplo, não querem pagar horas “in itinere”, que se referem ao tempo gasto com o deslocamento do trabalhador. Muitas usinas ficam distantes dos centros urbanos e o deslocamento é contado como hora extra. Porém, depois da reforma trabalhista, alguns empresários não querem pagar. Os Sindicatos então atentos e lutam contra isso”, conta.


Empregados do setor da alimentação sofrem com ataques da nova lei trabalhista

O dirigente ressalta, entretanto, que não é hora de ficar se lamentando. “Essa lei injusta está em vigor. Essa é realidade. Não podemos ficar chorando o leite derramado. É preciso lutar para que seja revogada. Até lá, precisamos nos organizar e buscar alternativas”, aponta.

Eleições - Sobre o processo eleitoral deste ano, ele avalia: “É preciso engajar os dirigentes e os trabalhadores no debate eleitoral. A política tem que ser pauta permanente no meio sindical. Tudo que está acontecendo com os trabalhadores é fruto da política”.

O presidente da CNTA lembra que o empresariado fez a lição de casa, colocando pessoas comprometidas com seus interesses no Congresso Nacional. “É hora de darmos o troco. Precisamos eleger pessoas comprometidas com os trabalhadores ou esse desequilíbrio aumentará ainda mais”, afirma.

Serviço - O encontro será dia 9 de agosto, a partir da 9 horas, no Centro de Lazer dos Comerciários (avenida Presidente Castelo Branco, 8.420, Vila Mirim, Praia Grande, São Paulo).

Mais informações: entrar em contato pelo e-mail eventoscnta@gmail.com

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home