Oboré reúne parceiros e ativistas e comemora suas quatro décadas

• 26/3/2018 - segunda-feira

Sábado, 24, a Oboré comemorou 40 anos. O local do “Encontrão” foi auditório Freitas Nobre, na Câmara Municipal de SP. Freitas, que era jornalista e presidiu o Sindicato da categoria no Estado de São Paulo, foi vereador, deputado federal e combativo opositor da ditadura.

O evento reuniu jornalistas, artistas, professores, profissionais e estudantes de comunicação. Segundo o jornalista Sérgio Gomes, um dos fundadores da cooperativa em 1978, o evento do sábado deve ser “o pontapé inicial para o 40+4” - série de palestras, conferências, entrevistas e aulas magnas para debater as últimas décadas do Brasil e o que esperar dos próximos quatro anos - do ponto de vista de especialistas em política, arte, cultura, educação, saúde, mobilidade, comunicação, esportes, entre outros temas que ainda desafiam o Brasil neste século.


"Encontrão" foi realizado na Câmara Municipal de São Paulo e reuniu jornalistas e colaboradores

História - Em 1978, a Oboré nasceu como cooperativa de jornalistas e artistas a fim de publicar jornais e boletins sindicais, organizar campanhas e planejar a comunicação das entidades - a ditadura começava a perder base social, enquanto crescia a oposição em amplos setores da Nação. Nos anos 90, passou a desenvolver projetos de comunicação com trabalhadores rurais e a utilizar fortemente o rádio. Voltou-se à área da formação através de cursos de complementação universitária para estudantes de jornalismo; encontros temáticos para profissionais de comunicação e atividades de capacitação para radialistas, comunicadores comunitários, entidades e dirigentes. Atualmente, além da formação, a Oboré presta consultoria e planejamento e gestão de projetos na área da comunicação e das artes, especialmente no diálogo com as políticas públicas nas áreas de Saúde, Educação, Cultura e Direitos Humanos. 

Agência - A Agência Sindical foi uma das parceiras do “Encontrão”. João Franzin, nosso coordenador, esteve no evento e comenta: “Devemos à Oboré a criação da moderna imprensa sindical brasileira. Mas é muito mais. Sergião, Laerte, Vargas Neto e outros integrantes da Oboré foram decisivos na organização da resistência democrática de baixo pra cima, a partir dos interesses dos trabalhadores e suas entidades”.

Presentes - Entre muitos, o vereador Eliseu Gabriel (PSB), o metalúrgico Carlos Aparício Clemente, o historiador José Luiz Del Roio, a médica do Trabalho Maria Maeno e o ex-deputado José Genoíno.
 
Serviço - Oboré Projetos Especiais - Avenida Paulista, 2.300, Edifício São Luiz Gonzaga, São Paulo, SP.
Escritório Brooklin: rua Geórgia, 444 - Brooklin Novo, São Paulo, SP - Contato: 11 2847.4567.
(www.obore.com; www.obore40.com.br; obore@obore.com)

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home