Sindcine promove seminário em São Paulo sobre segurança em filmagens

• 8/11/2017 - quarta-feira

O SINDCINE - Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual do Estado São Paulo e outros sete estados - realiza dias 16 e 17 o 1º Seminário de Segurança em Filmagens. Será no Leques Hotel (rua São Joaquim, 216, Liberdade, São Paulo), das 9 às 18 horas.

Segundo a entidade, o objetivo é reforçar a luta por segurança nos locais de trabalho, bem como evitar acidentes com sequelas ou mesmo perda de vidas. Em agosto, acidente em um set em SP matou o técnico cinematográfico Carlos José da Cunha e feriu gravemente Francisco Xavier de Jesus Bispo. Na ocasião, o Sindicato denunciou a precarização das condições de trabalho no segmento.

A presidente Sonia Santana apontou a disputa “selvagem” pelo mercado entre produtoras, como fator da crescente precarização do trabalho. Ela destacou que uma das consequências é o rebaixamento das exigências técnicas para contratação da prestadora de serviços.

Meta - Segundo Sonia, uma das metas do 1º Seminário é criar “um ambiente de boas práticas”, que resulte na melhoria das condições de trabalho. A ideia é, ao final, aprovar Carta de Intenções entre o Sindicato da categoria, entidades patronais e agências do setor, bem como publicar um guia com orientações básicas de segurança.

Inscrições - Site (http://www.sindcine.com.br/site/eventos.aspx). Custo de R$ 25 por dia. Mais informações, ligue  (11) 5539.0955.

Homenagem - O valor arrecadado será revertido para as famílias de Carlos José da Cunha e de Francisco Xavier de Jesus Bispo, gravemente ferido no acidente de agosto.

Programação - Os temas já estão definidos. Cada mesa contará com especialistas, que vão contribuir com sua experiência pessoal para a evolução do debate sobre segurança no cinema. Confira:

1º dia (16/11)

Mesa 1 – Conceituação de risco/Condutas de risco

Nesta mesa será conceituado o risco de uma forma geral, bem como demonstrar práticas para mitigar a exposição ao perigo; também será tratado da questão da conscientização dos técnicos. Além disso será abordada a legislação relativas a segurança do trabalhador.

Mesa 2 – Riscos específicos e riscos iminentes em sets de filmagens

O debate tratará dos riscos específicos na produção, jornadas excessivas, filmagens em vias públicas e locais não autorizados, utilização de Equipamento de Proteção Individual (EPIs). Profissionais de filmagens de risco, como produções subaquáticas e pilotagem de precisão, apresentarão técnicas de segurança.

2º dia (17/11)

Mesa 1 – Responsabilidade civil e criminal/Contratação

Dano, nexo causal, responsabilidade subjetiva, dolo e culpa, culpa concorrente, responsabilidade objetiva, quantificação do dano, danos materiais, extensão do dano, acidente ou doença profissional, incapacidade (total e permanente, total e temporária, parcial e permanente, parcial e temporária), danos morais são conceitos jurídicos envolvidos na responsabilidade do contratante durante uma filmagem. A responsabilidade criminal no caso do acidente de trabalho. Ausência do suporte do INSS e a responsabilidade direta do empregador ou contratante.

Mesa 2 – Cultura de segurança no mercado

A atitude de todos os envolvidos no processo de produção precisa levar em conta, em todos os momentos, a questão da segurança. Assim, é necessário que clientes, agências, produtoras e profissionais adotem a cultura da prevenção.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home