Agência pergunta - Como deve ser o combate à reforma trabalhista?

• 11/8/2017 - sexta-feira

“A reforma trabalhista forçará o trabalhador a aceitar empregos inferiores ao seu último trabalho ou com salários menores. Vai ampliar a jornada de trabalho e diminuir o poder de Sindicatos, o que acarreta maiores dificuldades para as lutas dos trabalhadores. É necessário debater as formas de lutas para enfrentar a sanha capitalista.”

Resultado de imagem para Pascoal Carneiro
Pascoal Carneiro – Presidente da CTB Bahia

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home