26/3/2017 - Somente bananas - Walter dos Santos

26/3/2017 - segunda-feira

Walter dos Santos
é presidente do Sindicato dos Comerciários de Guarulhos e Região( Sincomerciários)

Faz pouco mais de um mês, ouvi uma conversa entre um coxinha e um mortadela. O coxinha acusava o Lula de ladrão, dizia que ele havia inventado o Bolsa Família para ganhar votos, que a Dilma quebrou o Brasil e por isso foi afastada, que o PT era uma quadrilha, que o juiz Moro é um santo, que iria limpar o País, que ele colocaria todos os corruptos na cadeia e que a Lava-Jato era algo intocável.

Já o mortadela falava que Lula é que era um santo, que fez o melhor governo da história do Brasil, que pegou o Brasil em frangalhos, com 20% de desempregados, que pagou a dívida externa, que foi o primeiro a distribuir renda para os miseráveis, que a Lava-Jato era uma ação política, que a Dilma sofreu um golpe, que o PSDB tinha vários ladrões, que eles nunca iam para a cadeia, que o juiz Moro só tinha interesses políticos e queria caçar o PT.

Ficaram durante uma meia hora nesse bate-boca, até que, após quase saírem no tapa, cada um foi para um lado e a vida seguiu, sem que nenhum tivesse conseguido convencer ao outro.

Passados alguns dias, veio a delação da JBS, as gravações com Aécio pedindo dinheiro, a prisão de sua irmã, a gravação com Temer, que é do PMDB, dizendo que era para manter como está, quando ouviu sobre a mesada para Eduardo Cunha na cadeia, a prisão de Rocha Loures, o homem da mala de R$ 500.000,00 – e todas as informações da imprensa de que a Lava-Jato chegou ao PSDB e que o governo federal está fazendo de tudo para triturar a maior operação policial da história do Brasil.

Lendo todas essas notícias, não pude deixar de lembrar daqueles dois. Apesar de cada um ter a sua verdade, resta uma certeza, eles não são coxinhas ou mortadelas. São bananas.

Enquanto brigam, seus direitos são arrancados até a alma. Quando coxinhas e mortadelas, desunidos, acordarem dessa manipulação que os levou a entenderem política como se fosse torcida de futebol, estarão sem direitos trabalhistas, sem aposentadoria, sem escolas, sem saúde e nós seremos apenas um país destinado a pagar juros exorbitantes a especuladores e a fabricar produtos para consumo dos países ricos. Ou será que os bananas não perceberam que é disso que se trata?

Enquanto nos enrolam com essa história de que nos Estados Unidos não tem CLT e nos escondem que lá os custos trabalhistas são muito maiores, enquanto nos enrolam dizendo que a Previdência vai quebrar e nos escondem que contribuímos para a seguridade social até quando compramos um pedaço de pão, enquanto nos enrolam dizendo que farão justiça e absolvem o Temer e a Dilma no TSE, eles vão nos fazendo de bananas.

Faz parte do jogo nos dividir para nos vencer e nós entramos nessa conversa e vamos pagar o pato.

Ou nós reagimos juntos, buscamos espaços de consenso e vamos protestar até o fim contra essas reformas e todos esses canalhas que se apropriam do patrimônio público, ou o futuro de nossos filhos será sombrio. Não acredita? Pague para ver, você estará apostando apenas a sua família.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home