Metroviários de São Paulo aderem à greve geral e param 24 horas

17/4/2017 - segunda-feira

Os metroviários de São Paulo decidiram aderir à greve geral, convocada para 28 de abril. Em assembleia na semana passada, a categoria aprovou paralisação de 24 horas, a exemplo do que ocorreu dia 15 de março.

Alex Fernandes, da coordenação-geral do Sindicato, falou à Agência Sindical que, além do combate às reformas da Previdência e trabalhista, o Sindicato levantará pautas específicas.

"Nós vamos paralisar as atividades dia 28 porque somos contra as reformas propostas por Temer. Além disso, vamos denunciar os desmandos do governo Alckmin contra nossa categoria", afirma Alex.


Assembleia geral no Sindicato aprova greve dia 28

Plano de contingência - Alex Fernandes denuncia o plano de contingência que a Companhia do Metrô tenta implantar, para atuar na greve do dia 28 e outras paralisações. "A direção do Metrô está colocando pessoas sem qualquer conhecimento, para treinar supervisores de segurança na operação de trens. Isso é um risco para a população que usa o transporte ", critica.

Mais informações:
www.metroviarios.org.br

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home