Com Salário Mínimo de janeiro, INSS deixa de pagar R$ 137 milhões

• 13/2/2020 - quinta-feira

Em janeiro, o Salário Mínimo tinha sido reajustado para R$ 1.039,00 e, depois, foi alterado acompanhando a inflação, em fevereiro, para R$ 1.045,00. Essa diferença de R$ 6,00 foi crucial para que os cerca de 23 milhões de beneficiários do INSS deixassem de receber de R$ 137 milhões.

Terça (11), a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho divulgou portaria com o novo valor dos benefícios equivalentes ao Salário Mínimo. Aposentadorias, pensões por morte, auxílios-doença, benefícios assistenciais e outros serão reajustados. A nota oficial, porém, não falou nada sobre reposição do valor que não foi pago referente a janeiro.

Resultado de imagem para salário mínimo

De acordo com reportagem do jornal Agora SP desta quinta (13), o governo Jair Bolsonaro descumpre regra constitucional que determina a manutenção do valor real de compra dos benefícios, caso não faça o pagamento retroativo de janeiro.

A alteração do Salário Mínimo foi feita por Bolsonaro através de medida provisória, que aumentou o valor para R$ 1.045,00 para acompanhar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). 
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home