Seesp assina Acordo dos funcionários da SPTrans e garante direitos

• 7/11/2019 - quinta-feira

O Sindicato dos Engenheiros de São Paulo - Seesp encerrou a negociação coletiva dos funcionários da SPTrans.

O acordo inclui reajuste 4,99% sobre salários, benefícios e Participação nos Lucros e Resultados (PLR), além da manutenção de todos os direitos. A proposta assinada dia 16 de outubro, foi aprovada em assembleia pelos trabalhadores dia 10.


Representantes do Sindificot, SPTrans e Seesp assinam acordo

Participaram da negociação com o setor patronal, o Seesp e os Sindicatos que representam os trabalhadores da empresa (Sindificot e Sindiescri). O acordo beneficia mais de 1,6 mil funcionários da SPTrans. Dentre eles, 50 são engenheiros.

Segundo Edilson Santos, diretor do Seesp, a negociação coroa a mobilização da categoria contra as tentativas de retirada de direitos por parte da Junta Orçamentário-Financeira (JOF).  “Após o governo Dória, a JOF passou a pressionar, na tentativa de excluir alguns direitos dos trabalhadores. Mas conseguimos reverter a situação”.

Edilson comemora a manutenção de todos os direitos do Acordo Coletivo da categoria. Ele enumera: “Foram mantidas as cláusulas específicas dos engenheiros, como: piso salarial; registro de engenheiro em carteira; emissão e recolhimento das Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs) pela SPTrans, de trabalhos exercidos pelos engenheiros para a empresa; e incorporação do Dia do Engenheiro (11 de dezembro) no calendário comemorativo da empresa”.

O dirigente avalia: “Nesse cenário de instabilidade econômica e ataques aos direitos trabalhistas, é uma vitória o resultado dessa negociação. Preservamos nosso Acordo Coletivo”.

Mais - Acesse o site do Sindicato dos Engenheiros e obtenha mais informações.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home