Contrário à diminuição da frota de ônibus de SP e pelo pagamento do PLR atrasado, Patah participa de ato do Sindmotoristas

Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT) expressou total apoio a manifestação realizada pelo Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas). 

A paralisação, tem o objetivo lutar contra a redução da frota de ônibus da cidade proposta pela prefeitura, o que prejudicará drasticamente a população além de gerar para o Sindicato a preocupação referente aos postos de trabalho. Outro ponto questionado pela direção do Sindmotoristas, tem a ver com o atraso do pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) aos trabalhadores. 

“Essa mobilização é justa e a própria sociedade está apoiando porque sabe que se não é esta ação do sindicato, vai haver diminuição de frota e quem vai sair perdendo além, dos trabalhadores do transporte, será toda as população que depende do transporte público da cidade de São Paulo”, disse Ricardo Patah. 

O presidente ugetista enfatizou que os motoristas e cobradores têm um papel fundamental para a economia paulistana, justamente porque é uma categoria que, faça sol ou chuva, transporta todas as outras categorias profissionais, por isso é mais do que justo que que o compromisso do PLR seja cumprido. 

Fonte: UGT

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home