Soberba e fiasco na economia afundam Bolsonaro, dizem dirigentes

5/9/2019 - quinta-feira

Pesquisa após pesquisa, a insatisfação com o governo Jair Bolsonaro piora. Foi assim na sondagem da XP/Ipespe,  do início de agosto, segundo a qual 38%  dos brasileiros consideram o presidente ruim ou péssimo; no levantamento da CNT/MDA,  do fim do mês passado, que reafirma a tendência, ou seja, aumento na percepção negativa, que saltou para 39% e na última pesquisa  do DataFolha, segunda-feira. Nela, a deterioração se agrava: para 38% dos ouvidos,  a forma como Bolsonaro conduz o País é ruim ou péssima. 

Economia - No movimento sindical, a avaliação dos primeiros nove meses do governo não tem sido nada positiva. A Agência Sindical tem ouvido dirigentes, com longa experiência,  que já viveram sob vários governos, e o que apuramos é reprovação generalizada à condução do País. 

Wagner Gomes é secretário-geral da CTB e Alex, coordenador do Sindicato dos Metroviários de SP

Os sindicalistas ressaltam a “arrogância”  do Presidente, o “tom belicista” das suas declarações e a falta de propostas para a economia. Wagner Gomes, secretário-geral da CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil -, prevê que a desaprovação a Bolsonaro vai aumentar. Wagner afirma: “Ele está pagando por não ter entregue o que prometeu. Ele só instiga  o ódio ao invés de pacificar a Nação”. 

Segundo o cetebista, os trabalhadores não têm motivos para aprovar o atual governo. “Todo dia já uma nova iniciativa de Bolsonaro contra nós. É retirada de direitos, ataque às organizações sindicais, perseguição aos movimentos sociais. Por tudo isso, acreditamos que a contestação vai aumentar”.

Metroviários -  Alex Fernandes, coordenador-geral do Sindicato dos Metroviários de SP, lembra que “Bolsonaro não enganou ninguém e faz tudo que falou que iria fazer”. E acrescenta: “Esse processo de desgaste é natural.  As pessoas estão começando a entender que as iniciativas do governo são nefastas. Lembro  que ele acabou com o Ibama, as pesquisas, liberou armas. Na economia a administração de Bolsonaro é péssima. Os problemas só se agravaram.  Desemprego, precarização do trabalho e corte de direitos”. 

O dirigente metroviário finaliza dizendo que a partir de agora  Bolsonaro vai perder ainda mais aliados.  Alex argumenta: “O reflexo dessas pesquisas vai ser que ele perderá mais apoio político; os aliados já estão pulando do barco”. 

MAIS – A opinião de outros sindicalistas pode ser acessada no site da Agência Sindical.



Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home