Metalúrgicos de Guarulhos criticam deputados que votaram pela reforma

11/7/2019 - quinta-feira

O Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região (na Grande São Paulo) publicou ontem, dia 11, Nota Oficial em que critica a aprovação da reforma previdenciária na Câmara e reafirma a defesa das garantias e direitos dos segurados.

A NOTA:

“Nosso Sindicato sempre combateu essa reforma da Previdência, por ser uma proposta de ajuste fiscal neoliberal, concentradora de renda, que favorece o capital financeiro e abandona a população mais pobre e os idosos.

Além disso, a reforma é altamente recessiva. Não aponta para a recuperação econômica e muito menos à geração de empregos. Ao contrário, a restrição do acesso à aposentadoria e a outros benefícios da Seguridade Social vai diminuir a renda e desaquecer ainda mais a economia, prejudicando duramente o mercado interno.

Por isso, como fizemos desde o início, repudiamos a reforma aprovada na Câmara dos Deputados na quarta (10), por 379 votos a 131, e seguiremos cobrando do governo uma política econômica que gere crescimento ao País e criação de novos empregos.

Lamentamos que esses deputados, que manterão seus privilégios junto à Previdência, tenham agido com tamanha desumanidade, aprovando uma reforma que só sacrifica os mais pobres.

Isso nos alerta, mais uma vez, para a responsabilidade cívica na hora de votar e eleger nossos representantes.

A) Diretoria União e Ação


Metalúrgicos de Guarulhos protestam contra reforma da Previdência em março deste ano

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home