Cresce organização da greve nacional dos professores. Quarta, dia 15

• 14/5/2019 - terça-feira

Professor de Biologia na rede pública do Ceará, Heleno Araújo preside a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Ele está otimista com as adesões ao protesto nacional dos Educadores, nesta quarta, dia 15.

Resultado de imagem para Professor de Biologia na rede pública do Ceará, Heleno Araújo preside a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE)
Heleno Araújo preside a CNTE

Heleno falou com exclusividade à Agência Sindical. Principais trechos:

Será nacional

“Na tarde desta segunda, havia confirmação de participação em todos os Estados. Em 22 deles, já se sabe que acontecerão atos unificados, na quarta. Acho que esse modelo será adotado nos 27 Estados”.

Todos os setores

“A mobilização alcança todos os setores da educação pública - do básico à universidade. As escolas de ensino técnico também vão participar, assim como os Institutos Federais. O movimento cresceu e agora ganha adesões fortes em estabelecimentos de ensino privado e escolas ligadas à Igreja Católica”.

Quem participará

“Todas as entidades de classe da Educação. O protesto terá presença de alunos, funcionários das escolas e professores. Pais de alunos também estão se somando ao movimento”.

Nos municípios

“As entidades sindicais estão em tratativas com associações de prefeitos, porque a reforma na Previdência afetará as receitas municipais. Cortes no Fundeb, por exemplo, vão prejudicar muito os municípios. No Ceará, por exemplo, todas as escolas serão fechadas no dia, sem corte no ponto”.

Outros apoios

“Nossa paralisação tem apoio geral do sindicalismo. As Centrais já se posicionaram. Sindicatos com forte experiência em mobilização vão nos ajudar no dia. Frentes, como a Brasil Popular, também estarão no movimento, assim como o MST”.

População

“Pais de alunos a cada dia ampliam seu apoio. Artistas populares, como Lulu Santos e Chico Buarque, já gravaram em apoio ao nosso movimento. As perdas do professorado têm reflexos na população. Toda a sociedade perde”.

Contatos – Sinpro-SP (11) 5080.5988; CNTE (61) 3225.1003; Contee (61) 3226.1278; Fepesp (11) 5082.5350; Apeoesp (11) 3350.6000.

Vídeo - Editorial da Agência Sindical apoia greve. Clique aqui e assista.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home