Fórum Sindical dos Trabalhadores debate MP 873 e reforma da Previdência

• 13/3/2019 - quarta-feira

O sindicalismo foi duramente atingido dia 1º de março com a edição da Medida Provisória 873, que ataca brutalmente a arrecadação das entidades. Em meio a isso, está a mobilização sindical contrária à Proposta de Emenda Constitucional sobre a reforma da Previdência que o governo Bolsonaro apresentou ao Congresso Nacional.

A questão do custeio e a resistência à PEC 6/2019 serão temas de debate nesta quarta (13) em Brasília, a partir das 10 horas, pelas Confederações do Fórum Sindical dos Trabalhadores.

O coordenador do FST, professor Oswaldo Augusto de Barros, conversou com a Agência Sindical. Ele confirmou que até ontem 19 Confederações já tinham confirmado presença, mas a expectativa é de um número maior.

“Essa MP mexe diretamente com todas as entidades sindicais. Ninguém escapa dos seus efeitos. É preciso analisar como se defender de mais esse ataque”, argumenta.


Oswaldo de Barros conduz encontro do FST em 15 de fevereiro

Para o coordenador do Fórum, o momento é delicado. “Por isso, é preciso agir rápido, mas com muita inteligência. Do contrário, poderemos ser derrotados, como fomos num passado não tão distante”, avalia Oswaldo.

Previdência - A proposta de reforma da Previdência já tramita no Congresso. O governo ainda não tem votos suficientes para aprová-la, mas está jogando pesado para aliciar deputados. O professor Oswaldo de Barros recomenda: “Temos que marcar presença junto aos parlamentares. Não é ir lá uma vez e pronto. É mostrar que estamos vigilantes, é fazer um corpo a corpo diário. Mostrar que estamos lá e não é só de passagem”.

Para o dirigente, é fundamental a união do movimento sindical em torno desses dois temas. “É no Congresso e nas ruas que a batalha será decidida. Não há tempo a perder. Temos que convencer os trabalhadores de que a reforma previdenciária vai prejudica-los e muito. E temos, também, que mostrar aos deputados e senadores que, acabar com os Sindicatos não irá solucionar os problemas do País, pelo contrário”, destaca o dirigente.

O encontro do Fórum Sindical dos Trabalhadores será hoje, às 10 horas, na Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Educação e Cultura (CNTEEC).

Mais informações: www.fstsindical.org.br
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home